Aviso:
Atualmente estou escrevendo o Blog Waldryano conto com sua visita por lá, Refletindo o Evangelho escrevi por dois anos e sei que os posts aqui são canal de benção para muitas vidas. Atenciosamente, Waldryano
click aqui e seja redirecionado ao meu atual blog: http://waldryano.blogspot.com.br/

TAG Blogs Evangélicos

A Paz do Senhor Jesus a todos os amigos e leitores do Blog "Refletindo o Evangelho" e ''Waldryano''


Recebi um desafio, do meu nobre amigo em Cristo Pastor Ismael Brito do Blog Aqui eu aprendi, para responder uma TAG sobre Blogs Cristãos. Abaixo estão as 5 perguntas recebidas. No final de minhas respostas estarei "desafiando" uma Bloggers amiga.


Pastor Ismael Brito obrigado pela indicação.


1º O que acha dos Blogs/Vlogs Evangélicos?
É um local independente de demonstrar a opinião evangélica, é democrático e por um lado impar, você pode estar evangelizando quem você nem imagina, que possa estar lendo seus escritos. 


2º Você acredita na evangelização através da internet? 
Claro que sim, quando Jesus ordenou fazer o Ide, ele quis que utilizasse os recursos que temos. Hoje a internet é sem sombra de dúvidas um recurso inestimável para evangelização.


3º Cite 3 elementos fundamentais de um Blog Cristão
one: Deve ser embasado na palavra de Deus, pois quem escreve tem uma responsabilidade tão grande quanto um ministrador, não deve ser pedra de tropeço na vida dos seus leitores.
two: Pesquisa, estilo e originalidade
tree: O blog é algo pessoal, sendo assim, ser pessoal e intimo com o leitor.

4º Que tipo de conteúdo há em seu blog e qual o seu objetivo?
Conteúdo variado, embasado em um cotidiano de um cristão.

Agradeço e aproveitando para desafiar a irmã Van para fazer esta tag.

Crônicas de um Velho Jovem

[03] Ética Cristã em relacionamentos

Por Waldryano | Estudo Bíblico Ética Cristã em Relacionamentos
Para o blog Refletindo o Evangelho
Estabelecendo relacionamentos saudáveis
Vivendo e aprendendo a viver

No Salmos 133 versículo primeiro o Salmista nos instrui a viver em união entre os irmãos, no estudo estaremos abordando esse assunto relacionamento saudável, com foco no relacionamento jovem.
A base de todo o relacionamento Cristão, esta na comunhão, seja ela entre os irmãos, e também um encontro de intimidade com o pai o filho e o espírito santo.
Mas esse relacionamento vai além do que simplesmente prestar culto perante Deus, em uma igreja, e também com uma vida devocional de entrega, e servir ao Senhor, devemos demonstrar nosso caráter Cristão entre os que nos rodeiam, agir de modo a ser efetivamente o sal do mundo, a luz em meio a escuridão, para isto é necessário cultivar o relacionamento saudável entre os irmãos.

Nenhum homem é uma ilha isolada, já citava isto o pregador John Donne (1572-1631)

E realmente devemos aprender a exercer relacionamentos com nossos irmãos, aprender a viver em sociedade, trazer para os demais o testemunho cristão, ser a diferença entre os demais.
Nós cristãos vivemos em um mundo global,Devemos saber conviver com varias culturas crenças E etnias, o ato de relacionar com a diversidade Deve ser saudável agradável e devemos ser testemunho Vivo e sermos servos de valor.

Devemos praticar entre nosso circulo social e de amizade o Amor Fraternal.

Amor Fraterno

Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Romanos 12;10
Mas afinal o que é esse amor fraternal?
É um amor interpessoal, que valoriza as qualidades, respeita as diferenças e suporta as fragilidades. É um amor capaz de se alegrar com as conquistas do outro, e de se entristecer com o infortúnio alheio.
É alegrar-se com as alegrias dos irmãos
Saber respeitar as diferenças,
Não criticar, falar mal, orar aconselhar.


Princípios para estabelecer um relacionamento saudável
Respeito:
O respeito é um valor moral necessário ao convívio saudável e harmônico. Por meio dele apreciamos e reconhecemos o próximo e os seus direitos: à vida, à felicidade; ao trabalho; ao culto; à livre expressão de ideias. No mundo globalizado e multicultural de hoje, o respeito é uma necessidade para a boa convivência. Nenhum relacionamento saudável subsiste sem respeito mútuo.

Ética Cristã:
Em aspecto prático, a ética refere-se às normas de conduta sob as quais a sociedade e o indivíduo vivem. Todavia, a base da ética cristã não são os costumes sociais, mas o caráter santo e misericordioso de Deus, os ensinos de Jesus, e as Escrituras. Estes fundamentam a vida e os relacionamentos saudáveis dos cristãos.


Alteridade , Empatia, colocar-se no lugar do outro:
O homem é um ser social! Ele vive em comunidade e interage com o outro, que lhe é diferente. Isto cria uma relação de interdependência e solidariedade, que são necessárias ao desenvolvimento pessoal e coletivo do ser humano. Por meio da alteridade a pessoa se coloca no lugar da outra, procurando entendê-la, respeitando as diferenças que existem entre ambas.


Este Texto foi adaptado, mas bastantes partes foram extraídas na integra deste site: http://www.estudantesdabiblia.com.br/licoes_cpad/2015/lbj-2015-04-01.htm

As imagens deste Texto foram extraídas da internet, com o intuito de ilustrar a mensagem.

Deixarei o link abaixo da apresentação de PowerPoint no Google drive como subsidio para quem desejar utilizar, somente dar os devidos créditos ao blog e ao autor. [esta mensagem da apresentação de Power point foi inteiramente formulada por Waldryano, focada para jovens]


Esta mensagem é adaptada da lição da EBD quarto trimestre de 2015 para jovens.

Não esqueça de compartilhar a msn, espalhe essa semente! No Facebook No Google+ eu estou fazendo a minha parte, mas eu sou tão pequenininho não é? Juntos somos grandes, Vamos estar refletindo o Evangelho de Cristo? Ajude votando e compartilhando

[02] Ética Cristã na pregação

Por Waldryano | Estudo Bíblico Ética Cristã na Na pregação
Para o blog Refletindo o Evangelho

Ética Cristã na Na pregação

Nome do Ministério
Categoria do Formador
Pregação
Obreiro, Pastor, Diácono, evangelista e Pregador
Estudo
Professor, discipulador
Musica e Louvor
Músico, dirigente de louvor,e instrumental,grupo de louvor
Administração
Administrador, secretário, tesoureiro,comissão de evento
Missões
missionário (a) evangelistas
oração e visita
circulo de oração, mulheres e obreiros
crianças
pregadora, educadora, pedagoga

A função do pregador é ministrar a Palavra do Senhor a Igreja, este ministrador deve estar preparado para desempenhar a função, o preparo consiste essencialmente de estudo prévio para que tudo o que o pregador sentir pelo o espírito santo de Deus de estar passando a igreja seja assim bem desempenhado. Será elencado alguns aspectos que auxiliará o ministrante estar desempenhando bem esse ministério, lembrando que estaremos repassando princípios éticos que podem ser aplicado em qualquer situação, alguns preceitos de adequação, corrige falhas de desconhecimento sobre como se portar em um púlpito.
1º Quando estivermos ao púlpito para falar ou pregar, devemos sempre aguardar alguns segundos, este momento deve-se esperar a movimentação, tal atitude passa um recado corporal que o momento é de reverencia. Agir de modo contrário demonstra nervosismo e inexperiência.
2º O microfone longe dos lábios, tornam a fala nítida e audível, evitar segurar pela parte superior (capsula captadora) isto diminui a qualidade do som.Outra consideração é utilizar um lenço de bolso para limpar o microfone assim que entregar a outra pessoa, e se for falar algo que por algum acaso possa ferir algum credo, pessoas, religiões, e até mesmo ministrações de línguas estranhas, afastar o microfone e falar aos presentes com a voz ambiente, é de bom tom, e confere educação ao ato de se portar em púlpito.
3º A primeira atitude neste primeiro momento, é com a igreja de pé, fazer a leitura introdutória, se por algum acaso os presentes não estiverem de pé, pedir delicadamente que assim os façam em reverencia a palavra de Deus. Logo após se assim o desejar o ministrador fará a leitura, existem casos de leituras extensas que o pregador dispensa essa obrigatoriedade de estar de pé neste momento. Mas cabe ao pregador tal decisão.
4º Devemos falar e pregar vivendo o que estamos falando. Usando expressões corporais.
>Evite mão no bolso >pular demasiadamente >Debruçar-se no púlpito
Atitudes como esta demonstram exagero, lembrando que a posição do pregador é de um servo mensageiro, que deve comportar-se como tal, não trazendo atenções para sí, e sim para a palavra de Deus. Debruçar-se ao púlpito e falar de pessoas que não tem relação com a mensagem demonstra um mal gosto antiético que deve ser evitado. Lembre-se sempre que púlpito não é palco onde você precisa representar. Quando o pregador esta no púlpito todas as atenções estão direcionadas. Evite ser motivo de escarnio entre os irmãos.
5º Devemos falar no púlpito com autoridade, usa-se assim um tom de voz forte. Evite gritarias. É bom saber distinguir gritos de exortação. Não precisa fazer os ouvintes sentirem dor de cabeça com gritos. E sim dor no coração com o poder da mensagem.
6º Linguajar: É algo preocupante e que deve ser policiado. Um método de observar que o pregador é despreparado, é pelo modo de se comunicar em frente a multidões atrás do púlpito. O modo de falar deve ser cristão, com vocabulário condizente com o linguajar da Bíblia, afinal neste momento, o pregador é o representante de Deus, conferindo ao publico a genuína palavra dEle. Evitando assim piadinhas de mal gosto, devemos respeitar o púlpito. Exemplos:
-Quem esta triste diga amém.
-Vocês não estão batendo palmas? Quem deixou as mãos em casa?
-Quem está dormindo dê uma salva de palmas para Jesus.
-Irmãos vocês estão cansados hoje? O que esta acontecendo? Quem não jantou?
-Vocês estão tristes. Algum familiar morreu?
-Quem quer me ver subir para Jesus levante a mão. Vocês então que ficarem não serão arrebatados…
Outras frases deselegantes que devem ser evitadas, quando estiverem no púlpito:
>Tirar a oferta. Nas igrejas evangélicas, não se tira oferta de ninguém, recolher a oferta é mais apropriado.
>Coloquem se de pé. Erro gritante de português, a pessoa pressupõe que já tem os pés, não havendo necessidade de os coloca-los, substitua por ficar de pé.
> Chamo a irmã (...) confere um ato deselegante e autoritário, lembrando que todos estão de livre vontade na igreja para servir, o certo é convido a irmã (...) convido os irmãos abrirem vossas Bíblias, e assim por diante.
O que devo falar no púlpito?

Evite falar contra autoridades, pois elas foram constituídas por Deus. Nosso dever é orar por elas e não criticar (Rm 13 1-7)

Não devemos falar contra Igreja no púlpito. Sendo lugar adequado a EBD quando tratarem de seitas e heresias. Lembrando que sempre existe visitantes que são pessoas a serem alcançadas com a genuína palavra de Deus e não serem distanciadas pela discórdia e ira. Mesmo pode ocorrer com parentes e conhecidos que podem distorcer o assunto que foi tratado de maneira superficial, sendo um erro grave ético falar mal de outras religiões fora do contexto bíblico, que é um estudo bíblico especifico, sendo estes elaborados na EBD e em cursos teológicos. Jesus nos manda amar e orar até pelos nossos inimigos (Mt5;44 Lc6;27-28 Rm12;14)

Devemos ser pacientes ao chamar a atenção principalmente de crianças, pois podemos magoar seus pais.

Devemos respeitar o horário ao estarmos falando em púlpito. O louvor deve durar a metade do culto. A outra metade deve ser separada a pregação e o apelo. Lembrando-se sempre que louvores e pregações que duram mais que uma hora não edificam em nada, cansam.

Quando não formos o pregador escalado e houver a oportunidade de uma saudação devemos ser breves. Por incrível que pareça existem pessoas que leem a Bíblia oram cantam e dão testemunho quando deviam somente orar pela oferta, isto configura falta de ética, e constrangimentos. Devemos demonstrar educação, caso contrário estaremos prejudicando a programação do culto.

Uma mensagem organizada

A mensagem deve ter inicio meio e fim, isto é determinante, mas o principal em uma pregação é sem dúvidas uma passagem Bíblica referencia para a mensagem, se o mensageiro quiser passar um testemunho no seu momento, e este ser para a edificação da Igreja, Ele deve fazer uma breve leitura, bíblica demonstrando assim reverencia ao púlpito. Por incrível que pareça existem situações que este ato é negligenciado. Independente do público algo, seja pregação para crianças, ou até mesmo testemunho em forma de pregação, fazer uma leitura prévia da palavra de Deus confere, reverencia e temor.

Um mensageiro que não queira chamar as atenções para si

O vestimento do mensageiro deve ser discreto, aconselha-se sempre roupas limpas respeitando o uso e costume da igreja onde esta sendo ministrada a mensagem. Decência ordem e organização confere autoridade e respeito ao pregador. Mt15;11 Mc9:41-47 2Co6;3


O pregador (a) deve se vestir a fim de não chamar atenção para sí, antes de sair de casa, olhar-se no espelho e fazer uma critica construtiva da aparência: -Esta imagem edificará a Igreja, ou estou sendo pedra de tropeço com este visual? O Espírito Santo de Deus direciona os que assim o buscam a se portarem de modo adequado ao ministrar a palavra de Deus. Se o local por exemplo for muito calor, uma camisa manga longa, e uma calça social já são apropriados, as mulheres, usar o bom senso do espelho, e observarem os usos e costumes da igreja como referencia. Salvo pregações pedagógicas infantil onde a proposta é despertar o interesse de crianças para a mensagem.

Este estudo bíblico esta em processo de atualização e revisão: atenciosamente.

Não esqueça de compartilhar a msn, espalhe essa semente! No Facebook No Google+ eu estou fazendo a minha parte, mas eu sou tão pequenininho não é? Juntos somos grandes, Vamos estar refletindo o Evangelho de Cristo? Ajude votando e compartilhando

[01] Ética Cristã na organização da Igreja

Por Waldryano | Estudo Bíblico Ética Cristã na organização da Igreja
Para o blog Refletindo o Evangelho


Ética Cristã na organização da Igreja

Nome do Ministério
Categoria do Formador
Pregação
Obreiro, Pastor, Diácono, evangelista e Pregador
Estudo
Professor, discipulador
Musica e Louvor
Músico, dirigente de louvor,e instrumental,grupo de louvor
Administração
Administrador, secretário, tesoureiro,comissão de evento
Missões
missionário (a) evangelistas
oração e visita
circulo de oração, mulheres e obreiros
crianças
pregadora, educadora, pedagoga

Para a organização de um ministério, é necessário todos estarem engajados com o objetivo principal de formular uma Igreja consistente organizada onde todos os envolvidos estão aptos da sua função ministerial. Se cada um estiver firme no propósito determinado, a Igreja cresce e dá frutos, as contendas discórdias e confusões não diminuídas a ponto de não existirem e as ovelhas que são denominadas membros estarão satisfeitas com a organização que a igreja pré-determinou.
O Blog Refletindo o Evangelho estará formulando, este estudo ético sobre como uma Igreja e os seus eventuais ministérios devem se portar, para isto este estudo será disposto na forma de síntese, contemplando os principais aspectos ministeriais. Para determinar este estudo, foi consultado diversos materiais do acervo pessoal do autor, sendo todo o estudo bíblico voltado para a teologia pentecostal, os materiais utilizados foram distribuídos anteriormente pela Assembleia de Deus, seja em revistas bíblicas da Escola Bíblica dominical, seja em apostilas ministeriais, sendo uma leitura de apoio. O leitor estará lendo deste modo um texto autêntico que contempla a linguagem pertinente a um blog evangélico, reescrito para o cenário atual.
Aqui serão tratado assuntos pertinentes a organização de uma igreja, com foco na ética, servindo de apoio para a organização de uma denominação pentecostal, e também ao leitor observar como é empregado a organização de uma igreja pentecostal deste modo saber se portar de modo satisfatório na Igreja, sendo nosso estudo objeto de pesquisa pessoal.
Como já comentando será disposto em forma de síntese (resumido, principais aspectos), se o leitor achar por necessário maior aprofundamento em qualquer assunto o aconselhamento é seguir os métodos tradicionais que são: Frequentar um bom curso teológico que contemple a disciplina ética ministerial para igrejas.

O propósito deste estudo é o aperfeiçoamento de obreiros e lideres, e também a adequação dos membros as melhores práticas ministeriais.Sendo objeto de pesquisa para eventuais consultas.

Introdução:
Como qualquer ambiente onde o individuo vive em sociedade, para que o ambiente seja agradável, e haja entendimento entre os que convivem nele, deve-se haver uma organização, e para isto práticas são adotadas, afim de, o convívio seja possível. Exemplo:
Em uma escola, existe regras e normas a serem seguidas, os indivíduos presentes devem se adequar ao método organizacional pertinente ao ambiente.
Em um banco, existe também regras e normas, tanto os clientes, quanto os que trabalham devem se adequar aos métodos e normas a serem seguidos.
Na Igreja também existem regras e normas, algumas igrejas seguem um método doutrinário diferente de outras, mas as regras e normas de comportamento na igreja e para os membros no seu convívio social são geralmente bem parecidos, o estudo bíblico contemplará de forma resumida os aspectos necessários a um relacionamento correto entre os irmãos.
A ordem e organização sãos os fatores que conferem a um escola, um banco, e sim, a uma Igreja o modo certo de obter resultado favoráveis, entendendo deste modo é importante observar atentamente este estudo bíblico.

Entenda que ordem organização e ética na abordagem, é o que confere uma proteção natural a maioria, ou seja, por mais que alguns queiram conviver de modo errado dentro de uma igreja a organização confere satisfação aos membros por sentirem que o ambiente é organizado respeitasse cada ministro com sua função, e a ética, e a moralidade são respeitadas neste ambiente.


Finalizamos nosso primeiro encontro, o segundo encontro conferirá, As funções e deveres de um pregador.


[05] Vivemos a nova vida em Jesus Cristo Quando vivemos como ele viveu

Por Waldryano | Estudo Bíblico sobre o Pecado
Para o Blog Refletindo o Evangelho
Vivemos a nova vida em Jesus Cristo Quando vivemos como ele viveu
[Encontro 05 de 05 encontros]

A paz do Senhor a todos, pela graça e misericórdia do bom Deus chegamos ao nosso ultimo encontro foram 04 encontros já disponibilizado, com leituras bíblicas guiadas a fim de entendermos melhor o que a Bíblia nos demonstra sobre o perdão de Deus: -Pequei e agora? Não é interessante, sentar e ler para entender melhor o que a Bíblia nos diz sobre o pecado e o perdão de Deus?
Tudo bem que é bom ir na igreja e escutar ensinamentos Bíblicos é importante e aconselhável. Mas tão aconselhavel é também você fazer suas buscas pessoais: -Denomino isto de encontro intimo e devocional, onde a leitura bíblica é fundamental. Este estudo tem esta proposta oferecer a você onde quer que esteja, leitura bíblica com a linguagem atualizada, de partes destacadas afim de você querido leitor fortalecer-se.
O inimigo, que é o acusador, tem mais força com pessoas que desconhecem a Palavra de Deus, não seja um destes, use seu precioso tempo para leituras devocionais bíblicas que sua vida será fortalecida, e as tempestades serão momentos de aprendizagem. Quantas vezes abatemo-nos ao não saber como se livrar de fardos que não conseguimos carregar? Então vamos estudar um pouco e aprender mais e mais da Palavra de Deus. Leitura Bíblica 01:
Romanos 6:1-14
Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente?
De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?
Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte?
Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.
Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição.
Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado;
pois quem morreu, foi justificado do pecado.
Ora, se morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos.
Pois sabemos que, tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele.
Porque morrendo, ele morreu para o pecado uma vez por todas; mas vivendo, vive para Deus.
Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus.
Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos.
Não ofereçam os membros dos seus corpos ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros dos seus corpos a ele, como instrumentos de justiça.
Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça.
Romanos 6:1-14
Palavra abençoada entendamos que não é porque Jesus Cristo tomou sobre sí nossos pecados que digamos temos direito de sair por aí pecando e depois somente se arrepender e boa, não! Essa palavra que é a nossa leitura bíblica um nos ensina isto. A vida do Cristão é o reflexo da vida de Cristo devemos ser imitadores do filho de Deus, não podemos distorcer verdades bíblicas para favorecer o pecado, não! Por isto neste estudo estamos distribuindo leituras bíblicas na integra, e guiando comentários. Mas o verdadeiro preceito é o seu, faça a sua leitura e entenda melhor pois o Espírito Santo já te guiou aqui para estar se alimentando não é? Então o entendimento Ele o fará. Eita Glória!
Leitura Bíblica 02:
Romanos 12:1-21
Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.
Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu.
Assim como cada um de nós tem um corpo com muitos membros e esses membros não exercem todos a mesma função,
assim também em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros.
Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Se alguém tem o dom de profetizar, use-o na proporção da sua fé.
Se o seu dom é servir, sirva; se é ensinar, ensine;
se é dar ânimo, que assim faça; se é contribuir, que contribua generosamente; se é exercer liderança, que a exerça com zelo; se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria.
O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom.
Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a si próprios.
Nunca lhes falte o zelo, sejam fervorosos no espírito, sirvam ao Senhor.
Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração.
Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. Pratiquem a hospitalidade.
Abençoem aqueles que os perseguem; abençoem, e não os amaldiçoem.
Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram.
Tenham uma mesma atitude uns para com os outros. Não sejam orgulhosos, mas estejam dispostos a associar-se a pessoas de posição inferior. Não sejam sábios aos seus próprios olhos.
Não retribuam a ninguém mal por mal. Procurem fazer o que é correto aos olhos de todos.
Façam todo o possível para viver em paz com todos.
Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: "Minha é a vingança; eu retribuirei", diz o Senhor.
Pelo contrário: "Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber. Fazendo isso, você amontoará brasas vivas sobre a cabeça dele".
Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.
Romanos 12:1-21
Uma maneira de se revestir contra as artimanhas do malígno e fortalecer-se contra o pecado é estar junto com pessoas que estão na mesma luta diária, pois vencer o mal o que nos faz tropeçar é diária viu? Como então fortalecer-se, nossa leitura 02 nos dá esta valiosa lição, haja com união, o corpo de Cristo aqui na terra é sem dúvida sua igreja, e a união de vários irmãos é que faz este corpo. Viver em união é preciso, cultuar é preciso! Encontre uma igreja evangélica e fortaleça-se, é hoje e é com você!
Leitura Bíblica 03:
Mateus 20:20-28
Então, aproximou-se de Jesus a mãe dos filhos de Zebedeu com seus filhos e, prostrando-se, fez-lhe um pedido.
"O que você quer? ", perguntou ele. Ela respondeu: "Declara que no teu Reino estes meus dois filhos se assentarão um à tua direita e o outro à tua esquerda".
Disse-lhes Jesus: "Vocês não sabem o que estão pedindo. Podem vocês beber o cálice que eu vou beber? " "Podemos", responderam eles.
Jesus lhes disse: "Certamente vocês beberão do meu cálice; mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não cabe a mim conceder. Esses lugares pertencem àqueles para quem foram preparados por meu Pai".
Quando os outros dez ouviram isso, ficaram indignados com os dois irmãos.
Jesus os chamou e disse: "Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas.
Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo,
e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo;
como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos"
Mateus 20:20-28
Jesus Cristo Cristo mesmo sendo o filho de Deus se absteu-se da sua morada celestial, e esteve conosco, simples humilde, andou com pecadores foi humildade em pessoa ensinou ser humilde, foi humilde, a soberba e a vaidade é um pecado que acomete a muitos e Jesus Cristo nos ensinou logo o contrário, nossa leitura bíblica nos ensina isto.
Leitura Bíblica 04:
Efésios 4:17-32
Assim, eu lhes digo, e no Senhor insisto, que não vivam mais como os gentios, que vivem na futilidade dos seus pensamentos.
Eles estão obscurecidos no entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância em que estão, devido ao endurecimento dos seus corações.
Tendo perdido toda a sensibilidade, ele se entregaram à depravação, cometendo com avidez toda espécie de impureza.
Todavia, não foi assim que vocês aprenderam de Cristo.
De fato, vocês ouviram falar dele, e nele foram ensinados de acordo com a verdade que está em Jesus.
Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos,
a serem renovados no modo de pensar e
a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.
Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo.
"Quando vocês ficarem irados, não pequem". Apazigüem a sua ira antes que o sol se ponha,
e não dêem lugar ao diabo.
O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.
Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.
Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção.
Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.
Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo.
Efésios 4:17-32
Você precisava um manual de como viver bem, como se livrar de situações complicadas? Pratique essa leitura pratique Ef 4:17-32 Que leitura! o quão importante é seguir os passos de Cristo, viver como ele viveu, aprender que novas criaturas somos quando deixamos ele adentrar na nossa vida, nos nossos pensamentos, que viva ele em sua vida. E minhas palavras são só palavras, leia a palavra de Deus e deixe ela  transbordar na sua vida. Glória a Deus!
Leitura bíblica 05:
Gálatas 5:16-26
Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.
Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.
Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da lei.
Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções
e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.
Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,
mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.
Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos.
Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.
Não sejamos presunçosos, provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros.
Gálatas 5:16-26
Existe essas duas maneiras de viver nas coisas que faz-nos pecar, mas também há as situações que nos mantem de pé, nossa leitura demonstra isto.
Leitura Bíblica 06:
1 João 4:7-21
Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele.
Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.
Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar-nos uns aos outros.
Ninguém jamais viu a Deus; se nos amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está aperfeiçoado em nós.
Sabemos que permanecemos nele, e ele em nós, porque ele nos deu do seu Espírito.
E vimos e testemunhamos que o Pai enviou seu Filho para ser o Salvador do mundo.
Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus.
Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele.
Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque neste mundo somos como ele.
No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor.
Nós amamos porque ele nos amou primeiro.
Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.
Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão.
1 João 4:7-21
Com Grande satisfação pessoal finalizo este estudo bíblico, baseado na Bíblia de estudo plenitude, com leituras guiadas e aprendemos tanto, alimentamo-nos na palavra de Deus, renunciar, ser igual e ter amor é disto que você precisa para um dia estar na Glória. Leia e releia este estudo seus pensamentos devem estar na meditação da Palavra pense nisto: A paz do Senhor a todos os leitores do Blog Refletindo o Evangelho.

Não esqueça de compartilhar a msn, espalhe essa semente! No Facebook No Google+ eu estou fazendo a minha parte, mas eu sou tão pequenininho não é? Juntos somos grandes, Vamos estar refletindo o Evangelho de Cristo? Ajude votando e compartilhando